terça-feira, 28 de outubro de 2008

O Menino Sem Nome

video


Hoje andei aprendendo algo e gostaria de deixar aqui para você também. Os dias são comuns. A rotina é sempre a mesma. Os compromissos aumentam e aumentam, mesmo nós concluindo-os. Ou seja, o mundo gira e gira bem forte. Mas, tem coisas que absolutamente deveriam parar de girar. Deveriam ser silenciadas para sempre e não depois de um período de tempo, voltarem.

Até onde devemos lutar por algo? Até quando acreditar que isso dará certo? Até quando poderemos pensar que DEUS mudará de idéia por causa do nosso clamor?

A Bíblia nos conta uma história interessante. Um homem, chamado Davi, passeando pelas sacadas de seu palácio viu uma mulher pelada, tomando banho em casa. Garanhão, tomado de seu abuso de autoridade mandou busca-lá. Adultério. Seguido de assassinato do marido da mulher. Hipocrisia. Vestes reais. Sentou-se no trono de novo.

DEUS não se deixa zombar, chamou um homem, Natã, e mandou exortar Davi do seu pecado. Segue-se o texto literal:

2 Samuel 12.13-31

13 Então disse
Davi a Natã: Pequei contra o Senhor. Tornou Natã a Davi: Também o Senhor perdoou
o teu pecado; não morreras.
14 Todavia, porquanto com
este feito deste lugar a que os inimigos do Senhor blasfemem, o filho que te
nasceu certamente morrerá.
15 Então Natã foi para sua
casa. Depois o Senhor feriu a criança que a mulher de Urias dera a Davi, de
sorte que adoeceu gravemente.
16 Davi, pois, buscou a
Deus pela criança, e observou rigoroso jejum e, recolhendo-se, passava a noite
toda prostrado sobre a terra.
17 Então os anciãos da sua
casa se puseram ao lado dele para o fazerem levantar-se da terra; porém ele não
quis, nem comeu com eles.
18 Ao sétimo dia a criança
morreu; e temiam os servos de Davi dizer-lhe que a criança tinha morrido; pois
diziam: Eis que, sendo a criança ainda viva, lhe falávamos, porém ele não dava
ouvidos a nossa voz; como, pois, lhe diremos que a criança morreu? Poderá
cometer um desatino.
19 Davi, porém, percebeu que seus
servos cochichavam entre si, e entendeu que a criança havia morrido; pelo que
perguntou a seus servos: Morreu a criança? E eles responderam: Morreu.
20 Então Davi se levantou da terra, lavou-se, ungiu-se, e
mudou de vestes; e, entrando na casa do Senhor, adorou. Depois veio a sua casa,
e pediu o que comer; e lho deram, e ele comeu.
21 Então
os seus servos lhe disseram: Que é isso que fizeste? pela criança viva jejuaste
e choraste; porém depois que a criança morreu te levantaste e comeste.
22 Respondeu ele: Quando a criança ainda vivia, jejuei e
chorei, pois dizia: Quem sabe se o Senhor não se compadecerá de mim, de modo que
viva a criança?
23 Todavia, agora que é morta, por que
ainda jejuaria eu? Poderei eu fazê-la voltar? Eu irei para ela, porém ela não
voltará para mim.
24 Então consolou Davi a Bate-Seba, sua
mulher, e entrou, e se deitou com ela. E teve ela um filho, e Davi lhe deu o
nome de Salomão. E o Senhor o amou;
25 e mandou, por
intermédio do profeta Natã, dar-lhe o nome de Jedidias, por amor do Senhor.
26 Ora, pelejou Joabe contra Rabá, dos amonitas, e tomou
a cidade real.
27 Então mandou Joabe mensageiros a Davi,
e disse: Pelejei contra Rabá, e já tomei a cidade das águas.
28 Ajunta, pois, agora o resto do povo, acampa contra a
cidade e toma-a, para que eu não a tome e seja o meu nome aclamado sobre ela.
29 Então Davi ajuntou todo o povo, e marchou para Rabá;
pelejou contra ela, e a tomou.
30 Também tirou a coroa da
cabeça do seu rei; e o peso dela era de um talento de ouro e havia nela uma
pedra preciosa; e foi posta sobre a cabeça de Davi, que levou da cidade mui
grande despojo.
31 E, trazendo os seus habitantes, os pôs
a trabalhar com serras, trilhos de ferro, machados de ferro, e em fornos de
tijolos; e assim fez a todas as cidades dos amonitas. Depois voltou Davi e todo
o povo para Jerusalém.


Gira, gira o mundo, algumas coisas sempre voltam. O pecado, uma ex-namorada (o), os vícios, antigos amigos, antigos sentimentos, dores, raivas, e etc, etc, etc. Aprendo no texto uma coisa muito simples, quando DEUS não abençoa algo, não interessa, ELE irá recolher isto das nossas vidas.

ELE nos avisa, ELE é nosso Pai, nos prepara psicologicamente para isso. Então começamos a orar. Pensamos que por nossos clamores ELE mudará de idéia e nos permitirá mantermos algumas coisas. Gritamos, clamamos, suplicamos, lutamos. Você luta por um namorado (a), você luta para transformar a vidas daqueles seus amigos ou apenas se manter cristão e não ser influenciado por eles, você acha que pode ser participante de algumas coisas não-cristãs e não sofrer dano algum. Mas, quando DEUS sabe que isso não será bom, ELE por sua vez não abençoa. E toma de nós. O problema disso é que muitas vezes queremos falar com coisas mortas, já requeridas pelo nosso SENHOR.

Clame com todas as suas forças enquanto houver esperança, ore e jejue com toda a esperança e fé. Mas, no dia que DEUS te tomar algo. Não chore os mortos. Reconheça que ELE quis tomar-te isso porque não era abençoado. Levante-se. Mude seu semblante e roupas. Adore a ELE, porque ELE sabe o que faz. Console aqueles que ainda não entenderam. Vá gerar Jedidias, aquele que será abençoado pelo SENHOR, se for novas amizades, vá gerá-las, ser for um novo relacionamento, vá gerá-lo, não importa gere aquilo quer for abençoado pelo SENHOR. Depois, volte à luta, porque DEUS reservou cidades, ou seja, lugares, postos e coisas para você ainda conquistar.

E lembre-se, em nenhum momento o nome daquela criança é mencionado. Quando DEUS retirar-te algo não existirá um “Aqui jaz________”. A criança quando enterrada, não tinha árvore genealógica, não tinha parentesco, pois não havia nenhum nome ou significado sobre si. Um indigente. Faça também assim com tudo aquilo que DEUS decidir tirar da sua vida. Mesmo que o mundo dê muitas voltas. Não fale com defuntos. Não reviva-os. Lembre-se sempre – “Enterrei um menino sem nome, e sem nome para sempre ficará" – Pois, o reino foi dado àquele que foi gerado da benção. Jedidias, ou seja, Salomão.
p.s: Esse vídeo fala muito comigo e também ministra por si só. Sem comentários, apenas deixa a letra falar com você.